27.9.10

porque a Escrevente gosta de Jung


Jung enquadra o sentir como uma função racional.

Raciocinamos, conscientes ou não, 
sobre nosso sentimento;
decidimos, através de nossa
estrutura lógico-sentimental-interna,
qual rumo tomar em nosso sentir, diz ele.

Claro, o processo se dá em um limbo mental,
deslizante, fugidío e inacessível sem a devida
desacomodação dolorosa.

O sentir escorrega ao domínio,
permeia o absurdo, rearticula medos,
propõe ridículos: 
todos esses, caminhos que se
configuram como desvios
possíveis da insanidade.


(Curiosa)

Um comentário:

Prudencio Hernández Jr disse...

Estar loco..es un factor de buena salud..todo se vuele placer y significados pare el alma..cuando nos dejamos llevar por nosotros mismos..sin otro timon que la intuicion..y nuestros deseo..
Dulce locura nos embarca en nuestros mejores momentos
Besitos desde el sur..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...