9.11.10

porque a Escrevente queria ser criança para sempre

PUERÍCIA

a mulher quer voltar ...

onde mais
senão na infância
o cheiro azul de mãe
a voz pingada de tia
o colo redondo de avô
a leitosa história de madrinha
o dengo de horta de avó
o hálito de primavera de irmão
a florida algazarra de primos
as cores de pão de bisavó?

aqui,
somente o frio de solidão pueril ...

(Curiosa)

3 comentários:

Conde Vlad disse...

Há um determinado momento em que desejamos regredir em nossas vidas, mais esta regressão não vejo com bom olhos, em dado momento da vida, temos de vencer este retrocesso e seguir adiante e descobrir novas coisas na vida e não repassar os idos já vivídos.

Minha opnião é claro.

Beijos Curioso.
Conde.

Conde Vlad disse...

Ah... poxa, eu estava na festinha do colégio do meu sobrinho quando tu me chamou. Eu e minha mania de deixar o PC ligado e o MSN disponível. Desculpa.

Beijos.

Salete Cattae disse...

Lindo poema!

É muito bom voltar a ser criança de vez enquando, eu gosto disso as vezes ...

bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...