1.11.10

porque a Escrevente é a favor do Poliamor


Poliamor.
São pessoas que estão buscando vivenciar relacionamentos
 concomitantes, em oposição à monogamia.
 

Os(as) parceiros(as) estão conscientes de outros - possíveis - relacionamentos do(a) companheiro(a),
podendo, inclusive, em algum momento, residir todos juntos, não havendo, necessariamente,
 intimidade entre o os diversos parceiros que estão a morar sob o mesmo teto.

Veja aí na Wikipedia ...

Parece-me mais uma forma de Monogamia Coletiva ...

(por quê?)

O sujeito não pode ter relações sem consentimento do parceiro ...
[estaria em alto grau de traição!]

[não posso ter nem mesmo uma transinha qualquer em segredo?]
[então não quero! ]
[isso é o mesmo que a monogania romântica-medieval que vivenciamos]

...

Bem ...
EU defendo a individualidade máxima ...
(acho que temos o direito individual de não contar!)
[eu sempre o exerci]

...

O fato é que são Pessoas buscando alternativas ao que está posto.
Esse é o ponto. O resto é o caminho de cada um ...

...

Clique e veja a Cartilha de um Poliamorista ...



 ....

14 comentários:

Rob Novak disse...

"defendo a individualidade máxima...
temos o direito individual de não contar!" rsrs Interessante pensamento. Acho que todos são assim, há tempos.

Bjs

M. disse...

~E um assunto cultural. Envolve o nosso lado animal, racional e sentimental.

Em teoria concordo...Na prática...pois...

Difícil!

Conde Vlad disse...

Muito bom você tocar neste tópico.

Acho que o Poliamor é uma forma de amor liberal válido e que vem crescendo mais e mais dentre as pessoas.

Mais também concordo que vez ou outra, é bom dar uma escapadinha... O tesão é sempre maior no proíbido.

Beijos do Conde.

Mauro Castro disse...

Tai, gostei da teoria.
Há braços!!

REGGINA MOON disse...

Curiosa,

Vim aqui te visitar...bela postagem...interessante essa alternativa, mas ainda prefiro o velho amor convencional, mesmo que traga solidão...rs

Boa semana, beijos!!!

Reggina Moon

‎"Yo no creo en brujas...pero que las hay...las hay!!!" [Miguel de Cervantes]

Carlos Alberto disse...

Sim, é interessante. Os tempos e pessoas sempre mudando.

Curiosa disse...

pois é Vlad,
não pode é haver essa prisão a dois, ou a mentira hipócrita .... eu não tolero hipocrosisa ..

Curiosa disse...

Rob,
se todos são assim, nem todos assumem tal pensamento ...
não acha?
*.*
bj

Curiosa disse...

sim, M,
um assunto cultural, pois animal e espiritualemte, o ser nasce para compartilhar com TODOS ....

bjos

Curiosa disse...

Mauro,
vá lá!

Curiosa disse...

Regfina,
uma coisa não impedirá a outra, a menos que deixemos ...
gratíssima pela visita, querida ...

Curiosa disse...

Carlos,
isso ai ..

amante disse...

Eu defendo a liberdade e a individualidade, inclusive o de não concordar com essa modalidade de relacionamento, mesmo porque isso é uma questão cultural sendo portanto muito complexo.
Na minha cultura e no meu país (Brasil), ou como herança cristã a poligamia é negada e meu ponto de vista pesa mais pelos ensinamentos que recebi, mas, o que não concordo é com a hipocrisia exercida nas sociedades onde a poligamia não é permitida.
Assim como defendo a liberdade de escolha, eu como agnóstica que sou acato essa condição de vida mais pelo lado cultural.
Há quem consiga ser monógamo e outros não.
Grata pela visita e seguimento do meu espaço, obrigada pelo comentário.
Passo a segui-la com o maior prazer, pois seu blog é super... super interessante para mim.

Beijo querida.

Curiosa disse...

Amante, querida,
grata pelas palavras ...

penso que temos momentos emque o amor pleno nos faz monogâmico ... mas chega um momento em que passamos a querer outras pessoas, sem deixar de amar aquela primeira ... e ai a coisa se complica e fatalmente acaba, porque não sabemos trabalhar com esses sentimentos ainda ...

beijos querida ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...