10.10.10

porque a Escrevente sempre foi uma incompreendida

INCOMPREENDIDA

Quando eu me revelo, não me sei revelar ...
Confesso-me demais: acabo por assustar ...

 Uma de mim sempre me engana:
 coloca-me insana, arvora-se profana,
e de mim soberana, 
revela-me totalmente Humana ...

(e o Humano é incompreensível por natureza)
(e o Humano é assustador por natureza)

........

10 comentários:

Callie disse...

E quem é que não se assusta, quando mostra verdadeiramente seu interior?

Muitas vezes nem nos reconhecemos ...
beijoos querida.

Conde Vlad disse...

HUAHUAHUAHUAHUHA, complicado estes seres humanos.

Beijão do Conde.

Curiosa disse...

Vlad, vlad ...
complexos, não complicados ....
rsrs

Curiosa disse...

Callie,
de perto, ninguém é 'bonito' ...
bj

VELOSO disse...

Também sou um pouco assim me entrego demais e issoas vezes dói!

Salete Cattae disse...

Sou o oposto de vc Curiosa.
Tenho uma forte tendência a me fechar, aliás ando assim agora e não me sai nada, nenhuma palavra que valha a pena ser escrita, nenhum sentimento, um absoluto nada ...

bjs querida e obrigada pelo carinho em postar a minha poesia.Fiquei muito feliz.

Humana disse...

Olá Curiosa

vim retribuir a visita e já sou fã! :)
Como eu te compreendo, acredita!
Reparei agora que somos ambas do signo Gémeos.
Adorei o que escreves e identifiquei-me muito com este texto.
Virei ler muito mais e sempre com mais tempo.
Beijo, Ana Casanova.

Curiosa disse...

Ana,
querida ... grata pelas palavras ...
espero você sempre ...

Curiosa disse...

Salete....
entendo ... eu tenho meus momentos reclusos também ...
fiquei muito feliz em ter sua poesia publicada aqui ...
bjs

Curiosa disse...

Veloso ...
verdade ... sói ...
mas é a dor da vida ...
sem ela só a morte ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...