30.11.10

porque a Escrevente tem tido uns dias cansativos

A PERSONA

- sob uma de sua máscaras -
assume a frente e começa o dia,
encarando os Dragões e as Fadas !!

(ainda que não julgue ao certo quem seja quem)

(Curiosa)

.

29.11.10

porque a Escrevente não sabe o que será de nosso país

ORAÇÃO PELO RIO DE JANEIRO

que a alma sempre vença a arma
que a poesia diga mais que a farda
que a pessoa valha mais que a coisa

(que assim seja)

26.11.10

o País dói no Rio de Janeiro


 Sei que o País dói no Rio de Janeiro, mas hoje é sexta-feira e vou para a Noite ...

[quê? a imagem não tem relação com as palavras?]
[tem, sim ...  o Tempo nos faz ver o que realmente é importante ...]
[e neste momento, O importante sou Eu]

[hum? eu nem falei do Rio de Janeiro e seu Horror?]
[que bom! estou aprendendo a direcionar minha energia para o belo]

[somente a alienação traz a felicidade]

[será?]

19.11.10

porque a Escrevente sente lhe doer a vida

AUTO-PERCEPÇÃO

quando não compartilho, eu existo mesmo?
sozinha, eu me saberia?

não vivemos sem o Outro

mas o *Processo de Individuação é solitário
[e doloroso]



*mais sobre o Processo de Individuação, um conceito da psicologia analítica, clicando aqui.

17.11.10

porque a Escrevente sabe a dor de ser mulher

FEMININO

a Floresta lhe é dentro
Selvagem como o casulo rompido
revela-se Mito onde não havia nada

no princípio era a Mulher

[e a Palavra se fez]

(Curiosa)



16.11.10

porque a Escrevente sabe que tem um abismo dentro de si

POÇO-SEM-FIM

abismal
sou Poço-sem-Fim

compelida pela vida
subo ao infinito em busca do Eros perdido
por trás das máscaras deste mundo

expurgada pela vida
atiro-me ao fundo, cega
fugindo de sombras daquilo que criei

onde eu principio é um sonho louco
no qual sótãos, monstros e deuses
fazem de mim o que sou

(Curiosa)


Escrito a partir do poema


'Os Degraus'


Não desças os degraus do sonho
Para não despertar os monstros.
Não subas aos sótãos - onde
Os deuses, por trás das suas máscaras,
Ocultam o próprio enigma.
Não desças, não subas, fica.
O mistério está é na tua vida!
E é um sonho louco este mundo ...


de  Mário Quintana.


porque a Escrevente gosta da coragem do Laerte e o seu Cross-dressing

 

 Além de ter uma voz linda, ele é sinônimo de audácia e coragem!
Laerte é o cartunista criador da personagem crossdresser Hugo/Muriel.
 







 (veja aqui mais das tirinhas da Muriel)


15.11.10

porque a poeta denuncía uma poetisa presa na Feira do Livro de POA

 


Telma Sherer, Poetisa, Mestra em Literatura Comparada pela UFRGS,
foi presa, dia 12 de novembro, na Feira do Livro de Porto Alegre/RS,
em plena performance poética, intitulada: 'não alimente o escritor'.

[Sim! Ela chegou à Praça, armou suas tralhas, e saiu Poetando, em meio à Feira ... ]

(leia mais sobre o caso no blog da Telma, aqui ou neste outro blog, aqui)

Ela achou que a Praça fosse de todos e para todos!  - a qualquer tempo!

Pensou que a maior feira de livros em espaço aberto da América Latina
não fosse evento elitizado e elitista, e comportasse espaço para livres expressões.

[Nãão! A Burocracia e a Intelectualidade não permitem isso!]
[vai que muitos dos nossos artistas/poetas/escritores marginais resolvam se manifestar!?]
[vai que ela se sobressaia aos convidados!?]
[a Humanidade precisa conter a Humanidade - ela é só para alguns!]
[e então, vira caso de polícia]


12.11.10

porque a Escrevente antevê um novo gênero único

ANDROGINIA

do meu homem
eu quero
todo o feminino
a doçura forte
e o olhar felino
ânimus-ânima
ultra-uterino
em novo arquétipo 
que eu germino

(Curiosa)

9.11.10

porque a Escrevente queria ser criança para sempre

PUERÍCIA

a mulher quer voltar ...

onde mais
senão na infância
o cheiro azul de mãe
a voz pingada de tia
o colo redondo de avô
a leitosa história de madrinha
o dengo de horta de avó
o hálito de primavera de irmão
a florida algazarra de primos
as cores de pão de bisavó?

aqui,
somente o frio de solidão pueril ...

(Curiosa)

7.11.10

porque vez em quando a Escrevente vê a vida bela

E eis que a Vida se apresenta, vez em quando ...
[a dor? Passa longe, nesses momentos!]

.....

[essa música linda grita a Vida Bela!]

 


....

5.11.10

porque a Escrevente manda recado para seus amores

 

o amar revela o desconhecido, o mais escondido de nós mesmos.
trilham-se os caminhos do não-concebido e do não-simbolizado,
posto que os sentimentos/emoções/ações que se apresentam nunca
estiveram presentes na linguagem do sujeito  ...

[somente o que conseguimos expressar em palavras nos é concebível]
{atire a primeira pedra quem nunca foi irracional em algum momento de seus amares}

amar pressupõe contato direto com os delírios internos mais internos.
porém no caminho trilhado pelo amar é que a Criatura Se encontra.
 ...

o belo poema da musica no vídeo expressa bem o insano que passa quando amamos:
 'pede-me a paz, dou-te o mundo'
[em alguns momentos somos quem pede a paz, em outros, quem dá o mundo]



1.11.10

porque a Escrevente é a favor do Poliamor


Poliamor.
São pessoas que estão buscando vivenciar relacionamentos
 concomitantes, em oposição à monogamia.
 

Os(as) parceiros(as) estão conscientes de outros - possíveis - relacionamentos do(a) companheiro(a),
podendo, inclusive, em algum momento, residir todos juntos, não havendo, necessariamente,
 intimidade entre o os diversos parceiros que estão a morar sob o mesmo teto.

Veja aí na Wikipedia ...

Parece-me mais uma forma de Monogamia Coletiva ...

(por quê?)

O sujeito não pode ter relações sem consentimento do parceiro ...
[estaria em alto grau de traição!]

[não posso ter nem mesmo uma transinha qualquer em segredo?]
[então não quero! ]
[isso é o mesmo que a monogania romântica-medieval que vivenciamos]

...

Bem ...
EU defendo a individualidade máxima ...
(acho que temos o direito individual de não contar!)
[eu sempre o exerci]

...

O fato é que são Pessoas buscando alternativas ao que está posto.
Esse é o ponto. O resto é o caminho de cada um ...

...

Clique e veja a Cartilha de um Poliamorista ...



 ....
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...