23.5.11

porque em pensamento, a Escrevente peca

NOVO

Já escrevi uns poemas desesperados
e tomei várias tantas cachacinhas,
me despedi da mulher que era minha,
agora escuto um forró bem rasgado.

Beijo os farelos e as sobras de pão
antes de atirar os flocos pela janela
aos pombos. Corpo de Cristo, vela,
aprendizado de catecismo, oração.

Quando quero ser mau e demoníaco,
na calada da noite e só (assim suponho),
com os pensamentos mais malditos,

emborco chinelos, sapatos, com ódio
mortal – e criminoso, assassino, infenso,
espero que os inimigos acordem mortos.

(Salomão Rovedo)

3 comentários:

soylauraO disse...

¿Fetichista o instintiva?
No me sorprende, es preferible hallar la inspiración y el espíritu de misterio con aroma a perfumes agradables , que ambientar el sacro templo del milagro con humo de velas e incienso.
http://enfugayremolino.blogspot.com

Sotnas disse...

Olá Curiosa, que tudo esteja bem contigo!
Ainda que com vagar, tuas curiosidades íntimas continuam a provocar minha curiosidade.
Gostei desta frase, diferente do trecho de uma música, mas, que carrega a mesma intensidade de sentimento!
Desejo a você e todos ao redor intensa felicidade sempre, agradecido pelas visitas e carinho, grande abraço e até mais!

Lila Boni disse...

Hoje tem receita nova!!!
Beijo grande !!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...