10.10.11

se eu venderia um Poema? nunca!


se eu tivesse tempo, escreveria sobre o que é arte e quem pode ser artista ...
sobre como uma sociedade ideal encararia a arte ...

a arte sob a lógica capitalista atual ...
a arte deve ser vendida?
com base em que um artista atribui valor monetário ao seu trabalho?

quando o artista tem que 'criar mais do que gostaria' em função
da sobrevivência, ainda é arte?
a arte tem que ser sempre prazerosa e divertira?

..

ando encucada com isso tudo ...
não gosto de nada que se relacione com dinheiro e compra/venda de arte ...

todos nós somos artistas em potencial,
apenas não tivemos a oportunidade de desenvolver nossos talentos ...
em uma sociedade ideal, viveríamos meio turno trabalhando para
a sobrevivência do coletivo, e o resto do tempo desenvolvendo nosso
puro prazer artístico, pois assim evolui a Alma humana ...
todos nós podemos evoluir para artistas ...
todos nós, vamos, impreterivelmente, evoluir para artistas ...
(ainda que possa levar várias vidas materiais para isso ...)

..

GOSTARIA eu de ser uma poetisa com milhares de livros vendidos
como uma Cecília Meireles?? não.
não quero ser [artista] na sociedade corrompida em que vivemos ...

ah! não tivesse que trabalhar 12h por dia, começaria JÁ um livro sobre esse assunto.




30 comentários:

Mery disse...

Tenho certeza que eu "compraria o livro", para deliciar-me com as belas coisas que escreves...
Adorei esse post, profundo, real*

TENS UM JEITO DE ESCREVER QUE EU GOSTO MUITO.

beijos da Mery*

Coelho Doido disse...

Vendias-te a ti... mesma??
ver um poema teu...era como vender a ti mesmo...???

nao o vendas nao o dês, guarda-o no cofre, é uma riquesa que so a tia da valor

Desejos e Fantasias de Casal disse...

Muito interessante essa visão...



beijos


Cris e Junior
http://desejosefantasiasdecasal.blogspot.com/

Dilmar Gomes disse...

Curiosa, gostei muito do teu poema-crônica-reflexão. Este é um tema bem polêmico. Grande abraço. Tenhas uma linda semana.

Darukian, O Ceifador de Orgasmos disse...

A arte é polêmica. Em todos os sentidos e des-sentidos.

M. disse...

A arte tem um valor. Calro que tem. Nem sempre será justo nem atempado...Mas sempre foi assim. O tempo acereta as contas...

Porque não publicas? Faz do tempo teu!!!

Paulo Tamburro disse...

CURIOSA,

minha poeta preferida.

Deixe-me ver se entendí bem:Você ousou traçar parâmetros de competência poética com a Cecilia Meirelles?

Fala serio, Curiosa ,quem é Cecilia Meireles?

Um abração carioca! (RS)

algamarina disse...

Paso a dejar un beso con sabor a mar y con aroma a bruma...

El arte tiene un valor sublime intrínseco a él mismo...

Mis saludos a todos...

aldrey disse...

Oi tem selinho presente BDSM,la no lesada pra vc,se quiser passa la!!bjs

soylauraO disse...

¿Todos podríamos ser artistas? ¿ cuenta solo la técnica? ¿el talento dónde queda?
Estas respuestas se debatieron en el VI Encuentro DE ESCRITORES, en San Juan Argentina 27 al 30 Septiembre 2011

http://enfugayremolino.blogspot.com 

Curiosa disse...

Laura .. grata pela sua visita e palavras ...
então! esse é o ponto. acho que todos temos talento ... quanto a mim, querida, sempre fui uma outsider ... sou caso perdido .. obviamente discordaria do grupo de [artistas] vigente ... abraço!

Curiosa disse...

Aldrey,
que bom você aqui ... e com presente!
grata querida ...

Curiosa disse...

Algamaria,
abrazos querida ...

Curiosa disse...

Paulo, querido,

kkkkkkkkk .... hahahaha! quem é Cecília Meireles ... tá bom ..kkkkkk ...

mas olha, foi só você quem notou ... hahahaha!

e me diga, eu não poderia me comparar? somos ambas humanas ... rsrs ...

ousada sempre fui ... beijinho!

Curiosa disse...

M.
justamente, não publico pq não quero ... prefiro viver a beira dessa sociedade que não gosto ...

Curiosa disse...

Darukian,
verdade ... polêmica é a palavra ...

Curiosa disse...

Dilmar,
grata! abraço pra vc ...

Curiosa disse...

Cris, e jr,
beijo!

Curiosa disse...

coelho doido,
vender não vendo ... vedo .. bjo!

MAILSON FURTADO disse...

Como vender? Qual o preço?

Muito bom tua reflexão... Teu texto!

Curiosa disse...

Mery,
grata querida ...
gratíssima! beijo e abraço grande ...

Rafael disse...

El arte es el artista. Y el artista no se vende, forma parte del arte.
Trabajar solo para vivir!

Obrigado pela sua visita
http://rafael-fetish.blogspot.com/

Mar Arável disse...

Ser criativo dá muito trabalho

O Guri disse...

Bah, não lembro como vim parar aqui...

Sabe, que recentemente participei de uma antologia, Histórias Envenenadas - Contos de Fadas de Terror (acho que ia ficar chato não dizer) e tive que comprar uma quantia de exemplares, como mandava o contrato. Na verdade, foi uma quantia bem alta, mas claro que não tem preço que pague você participar de um livro como esse.

O que acontece é que eu precisava e queria ter algum retorno desse valor, pra devolver aos meus pais. Por mim, eu dava o livro pra todo mundo, tanto é que já o doei pra algumas bibliotecas, tenho muita vergonha em pedir dinheiro pra eles.

Tu sabe que as pessoas não acreditam quando eu conto isso pra elas. E quando acreditam, acham que o livro não vale a pena ou que é só uma bobagem, prejuízo, como acabaram de me falar agora no msn. A professora fez propaganda numa sala de aula e vieram me perguntar.

Nãos sei muito bem o que fazer.
Comecei pelos meus professores... e tem pessoas que me apoiam, que dizem que eu devo fincar a faca e cobrar o preço justo, mas mesmo assim fiquei com vergonha.

Não sei se devia te contar aqui, mas como você também está com essas dúvidas, veio bem a calhar.

http://umgurientregurias.blogspot.com/

ANA ROOS disse...

Apenas viva conforme suas convicções, de hoje de agora, se amanhã decidires mudar, qual o problema, escreves para ti, quem quiser te ler que leia certo? Adoro...

beijos no coração, que eu espero que esteja bem, com saudades da filha, mas com alegria de viver...certo?

Rafael disse...

Eu gosto do seu blog.
É muito ousada e sensual.
Eu postei uma nova entrada no meu se você quer visitar.
muito obrigado
http://rafael-fetish.blogspot.com/

Evandro L. Mezadri disse...

Seu texto é verdadeiro em todos os aspectos!
Grande abraço, sucesso, visite meu blog!

Sotnas disse...

Olá Curiosa, desejo que tudo permaneça bem contigo, assim espero que esteja!
E cá estou eu, como das outras vezes. Curiosamente encantado por teus escritos!
Palavras verdadeiras, que alguns se vão melindrar.
Mas, é por isso que tantos curiosos por cá estão. Este teu estilo de escrever deixa teus sentimentos expressar verdades em simples palavras!
E penso que faz bastante sentido estas tuas palavras escritas do teu sentimento!
E assim sempre por cá continuo encantado, e, curiosamente por tuas curiosidades tão íntimas!
Parabéns pelo belo texto. E quanto às doze horas de trabalho, não será por tanto tempo, ao menos para este seu amigo, estão diminuindo a jornada. Sobre o livro, bem, creio que sabe o que pensa os “curiosos” amigos leitores que por aqui sempre passam!
E assim, grato por tua amizade e por todas as generosas visitas e comentários eu desejo sempre que você e todos ao teu redor tenham um viver intenso e feliz, abraços e até mais!

OBS. Caso apareça outra metade de comentário meu, por favor, delete-o, pois foi uma clicada errada por uma queda do porta caneta no teclado, desculpe e, obrigado!

Malu disse...

Amiga, eu também compraria uma obra tua!
Esta certa em suas colocações.
Também acho que obras de ARTE não tem preço e são criações vindas da sensibilidade, mas há que se fazer por comer do artista.
Todo ser humano tem suas necessidades.
Arte também é profissão para muitos...
Abraços

Cabrito Lunático disse...

Querida, adoro e compartilho com sua visão humanista/socialista do nosso viver, mas acho que vc está sendo individualista e egoista em não colocar seus poemas/poesias a disposição deste imenso público. E tb acho que o poder de criar/fazer arte é para poucos - não me incluo _ por isso tem que ter valor agregado e não pode ser barato, "barato é a carne negra no mercado" como canta Elza Soares. Para ser artista, tem que ser do caralho...
beijo molhado de mel.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...