31.10.11

porque a Escrevente supera a si mesma

HEROÍNA DE MIM

do centro do castelo
da minha vida
subo e desço
entre a mais alta torre
e o mais profundo calabouço
caminho sinuoso
fere-se a alma
em pontas de desgosto
afiadas

vendo a ilusão que me vai embora
cintilantes dores chegam
em grupo
aproxima-se então
o nada
consome minhas cinzas
a realidade

porém
brisa suave traz o perfume do alto
- a heroína intui sua dimensão divina

e a cada vez no topo
sonha com a alegria
ilude-se com a filosofia
e permite que o mundo a veja
vibrante
na vitória de um instante
sem sua máscara de agonia

(Curiosa)


a Vida da Escrevente está em paz ... ao mesmo tempo, vibrante ...
a Heroína está em uma alta torre do castelo, neste momento ...
por instantes, pensa ser ela mesma a se expressar ...
tirando as máscaras, essência ... permitindo-se ...


27.10.11

porque a Escrevente passou frio à noite e acordou nostálgica




Los viejos amores que no están,
la ilusión de los que perdieron,
todas las promesas que se van,
y los que en cualquier guerra cayeron

Todo está guardado en la memoria,
sueño de la vida y de la historia.

El engaño y la complicidad
de los genocidas que están sueltos,
el indulto y el punto final
a las bestias de aquel infierno.

Todo está guardado en la memoria,
sueño de la vida y de la historia.

25.10.11

porque os Eus da Escrevente se manifestam


a Escrevente anda a trabalhar demais. 12h por dia.
não foi ideia minha. nem dela. foi de uma outra de nós. uma que não escreve.
a cética. a que atravessa a rua quando iria cruzar com uma Filosofia qualquer.
a que torce os beiços frente aos escritos da Escrevente.
mais: fica com vergonha deles.

ela é do tipo trabalhadeira: baixa a cabeça e encara. tudo para não pensar.
tudo para o tempo passar. ela só precisa se manter viva. e a Vida passará.
este é seu lema: manter o corpo vivo. a mente, por ela, morria.

ela sente vergonha mesmo, talvez asco, em ver sua intimidade
escancarada na Palavra da Escrevente. tudo que a cética
esconde dela mesma, está publicado neste blog.

e nenhum ser humano, de perto, é bonito de se ver.
muito menos bonita, ainda, a Escrevente e seus Eus.

porque revelar isso tudo?
por que, afinal, a Escrevente nos expõe assim?

..

eu sei. ela escreve para continuar existindo.
e nós, os outros Eus, só existimos porque ela escreve.
simples assim.

..

para aquela que tem vergonha,
a Escrevente, em pessoa,
responde-lhe, em poema:


CORPO E ALMA

pede ele
pela metafísica
implora ela
pela matéria

corpo e alma
conjunção sagrada
cuja plenitude
está no gozo
e na Poesia

(Curiosa)


..

14.10.11

porque a Escrevente gosta da Pessoa, não do binarismo macho/fêmea



AMOR ANDRÓGINO

teu corpo
fortaleza
- delicado
acorda desejo
nunca antes
professado:

quero-te
muito além
do falo
lânguida fêmea
em macho vassalo

(Curiosa)

10.10.11

se eu venderia um Poema? nunca!


se eu tivesse tempo, escreveria sobre o que é arte e quem pode ser artista ...
sobre como uma sociedade ideal encararia a arte ...

a arte sob a lógica capitalista atual ...
a arte deve ser vendida?
com base em que um artista atribui valor monetário ao seu trabalho?

quando o artista tem que 'criar mais do que gostaria' em função
da sobrevivência, ainda é arte?
a arte tem que ser sempre prazerosa e divertira?

..

ando encucada com isso tudo ...
não gosto de nada que se relacione com dinheiro e compra/venda de arte ...

todos nós somos artistas em potencial,
apenas não tivemos a oportunidade de desenvolver nossos talentos ...
em uma sociedade ideal, viveríamos meio turno trabalhando para
a sobrevivência do coletivo, e o resto do tempo desenvolvendo nosso
puro prazer artístico, pois assim evolui a Alma humana ...
todos nós podemos evoluir para artistas ...
todos nós, vamos, impreterivelmente, evoluir para artistas ...
(ainda que possa levar várias vidas materiais para isso ...)

..

GOSTARIA eu de ser uma poetisa com milhares de livros vendidos
como uma Cecília Meireles?? não.
não quero ser [artista] na sociedade corrompida em que vivemos ...

ah! não tivesse que trabalhar 12h por dia, começaria JÁ um livro sobre esse assunto.




2.10.11

a Escrevente responde a um pedido de namoro


RESPOSTA A UM PEDIDO DE NAMORO

se você quer comigo estar

saiba que eu
mordo antes de pensar
palavreio antes de pesar
desenfreio antes de negar
esperneio antes de aceitar

mas - amo - antes de amar

e se me pudesse você suportar
eu lhe poderia amar

mas veja
mal consegue me ler
imagine viver ao meu lado
olho no olho
metamorfose diária
camaleoa-mulher

você se reapaixonaria a cada instante
pelo novo que se lhe apresentasse?

quando você diz querer [comigo] estar
já me limitou - porque me definiu

(Curiosa)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...