18.5.13

porque a Escrevente descobre seu glaucoma


foto de Evgen Bavcar


















MORREM-LHE OS OLHOS FÍSICOS

e só então vê modos
(quase esquecidos)
de ver

vê que o azul celeste nasce
da fraternidade humana
- pois a fraternidade
lhe cria um bem-estar
interno de grama fresca
e céu azulado

vê que o amar (claro!)
vem do amarelo solar
- pois cada ato amoroso
lhe aquece o coração
a ponto de queimar

(...)

finda o escrever
pois lhe embaçam os olhos
lágrimas - que pode ver
caem-lhe verdemente
(num verde tom de perseverança)

(Curiosa)

4 comentários:

Assis Freitas disse...

um grande poema,
uma notícia triste
mas há que se resistir


beijoo

Sotnas disse...

Olá Curiosa, desejo que fique bem!


Um poema tão triste quanto a tua descoberta, porém belo, e, com certeza um ser de força intensa feito você vai transpor mais este obstáculo.
Sabemos que a vida e feita de momentos de superação, pois é o superar as adversidades que nos indica todo o sentido da vida!

Sendo assim não desanime, siga vivendo!

E agradecido pela amizade e visitas eu desejo que tenha em teu viver a iluminada felicidade, abraços e, até mais!

Gabriel disse...

A vida é feita de surpresas. Boas ou más. Com certeza a Curiosa vai ultrapassar mais esse obstáculo com seu intenso jeito de corpo..
Um abraço..força !!

Filipe Campos Melo disse...

uma tristeza profunda
que o verso torna bela

Tocante

Bjo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...