2.7.16

por que a Escrevente precisa se amar

RESPOSTA A UM PEDIDO DE NAMORO 

queria amar
mas mal amava
o que de si distinguia

queria amar
mas o seu amor
em poemas se partia

queria escrever
mas de amor
o poema lhe morria

queria morrer
mas um poema entrevia
(um poema de amor
que de amar a impedia)

queria amar
mas mal amava
o que de si distinguia

(Curiosa da Vida)

7 comentários:

Elton Sipião o Anjo das Letras disse...

Lindo poema, escrito com um talento belo e raro!

Gabriel disse...

o amor é liberdade,curiosa...quando se tem dúvidas,não é amor..amor é se atirar no abismo sem pensar..ou isso é paixão inconsequente ? adoro teus poemas..intensos e transparentes..boa semana e boa sorte

Overdoses Of Orgasms 2 disse...

O google desativou a minha conta dizendo que violei os termos (nunca compartilho nada, não entendo), mas não importa mais.
Perdi mais de 3 anos dedicados com carinho.
Estou a começar do zero.
Me aguardem, nos veremos por aqui...
Bjks da Leoa

Overdoses Of Orgasms 2 disse...

lindoo
Tenha uma boa 4ª feira...

Bjos felinos e selvagens

Overdoses Of Orgasms 2 disse...

Passando para desejar um Excelente Fim De Semana...
Transbordante de tesão, prazeres e orgasmos!!!!!

Bjs da Leoa
http://overdosesoforgasms.blogspot.com.br/

Flor de Jasmim disse...

Amei seu blogue e os seus poemas que são lindos e amorosos

Touché Lopes disse...

Amor é um lugar onde nunca se chega.Amor é a eterna descoberta. Concordo com o que disseram:amor é um abismo.Atire-se sem medo!!..Saudades dos teus poemas...beijos,paz e poesia !!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...