Curiosíssima


olá Pessoa!

é uma alegria receber você em meu blog.

adoro blogar ... tenho blog desde 2005/06.
escrevo sobre minhas ... intimidades ... o que você vê aqui, sou eu!

é um prazer receber as pessoas maravilhosas que me deixam suas mensagens através desta página ... a troca é incrível e é fantástico quando alguém diz que algum escrito meu lhe fez sentido ...  fico extasiada, como que pensando: 'então não estou sozinha nisso?' 'então não é loucura da minha cabeça, acontece com mais alguém ...' é bom saber que há um eco lá fora para minhas idéias ... e vice-versa ...


grata pessoa querida que me deixa suas palavras neste blog !! ... 
elas me salvam ...
eu escrevo as minhas para ler as suas ...
somente para isso publico aqui ...

abraço ...

.................


olha só ... eu fui entrevistada ... pelo Leo, meu amigo blogueiro,
que publica o talksexy, no blogue Seximaguinarium ...
agradecida demais, Leo ... uma delícia essa sua coluna ...
fiquei muito feliz fiquei em ter minhas palavras publicadas no teu espaço, Leo,


Leia a entrevista no blogue do Leo, clicando neste link.


.............






TENTATIVA DE SUICÍDIO

entrou na banheira
e cortou sua razão
- rente à pele

---------




POEMAS

são uma junção de fonemas
a expressar teoremas
que traduzem emblemas
e nos liberam das algemas
para percebermos o esquema

nunca quis escrever poemas
nem viver queria
quanto mais escrever poemas

não fosse
esse nó na garganta
quando cruzo o brilho de um olhar
em um dia de desesperança

não fosse
esse sufoco no peito
quando vejo meus iguais pelas ruas
em tamanha dissemelhança

não fosse
mas é

os poemas passam por mim
revelam-se e imploram:
escreve-me ou te devoro!



CORPO E ALMA

pede ele
pela metafísica
implora ela
pela matéria

corpo e alma
conjunção sagrada
cuja plenitude
está no gozo
e na Poesia

(Curiosa)














CULPA

em vão me procurava
nas alamedas onde deslizava
por meus acontecimentos

errante
bracejava suntuoso ditame:

- não eras tu, dizia para uma de mim
 - não como eu te sabia

naquele ato escorregadio
na completa insanidade
eis seu gládio: não eras tu

porém
em tantas outras ações furtivas
disfarçada em minha inocência 
questionava-me:
quem era a desconhecida
em mim
que ardia em si mesma
enregelada
pelos Eus que produzia?

(Curiosa)




COTIDIANO

do centro do castelo da minha vida
subo e desço - entre a mais alta torre
e o mais profundo calabouço

caminho sinuoso
fere-se a alma
em pontas de desgosto
afiadas

vendo a ilusão que me vai embora
cintilantes dores chegam
em grupo
aproxima-se, então, o nada
consome minhas cinzas, a realidade

porém
brisa suave traz o perfume do alto 
- a heroína intui sua dimensão divina

e a cada vez no topo
sonha com a alegria
ilude-se com a filosofia
e permite que o mundo a veja
vibrante
na vitória de um instante 
- sem sua máscara de agonia

(Curiosa)




às sombras de minhas salas
subconscientes
ganchos enferrujados
suspendem em paredes escuras
meus anseios e minhas glórias

cada ato
escondido ou escancarado
espera hora de ser descoberto

todas as noites
uma de mim
perambula
espreitando pelas brechas
cerceando fugas

não há escape
todos serão
vivenciados

cada ação pequenina
que se pensava inescrutável
será manifesta

(Curiosa)



ALTERIDADE

umas
de mim
não sei 
quem sou

(Curiosa)



AUTORRETRATO

dos meus eus
eu sou a mais
displicente

eles controlam
eu extravaso

eles imploram
eu ignoro

eles ponderam
eu relevo

e quanto mais
eles se rebelam
mais eu me liberto

(Curiosa)











5 comentários:

Odair Ribeiro disse...

"e quando
a matéria dói
ela rima"

Visito sempre, não sou muito de comentar... mas gosto mesmo e admiro tuas palavras, tuas poesiassensuais e tudo mais!

inté!

Odair Ribeiro disse...

..." quando o sexo e feito devagar e molhado"...

simplesbonito!

Fui!

Curiosa disse...

Odair ... agradecida pela visita, pelas palavras ... mesmo ... abraço grande ...

JOSENI disse...

Tudo aqui é bonito...

Curiosa da Vida disse...

Joseni,
agradecida pela parte que me toca ...
beijo! grata pela visita ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...